Como desinfectar as fraldas reutilizáveis?

Simplificas comigo a desinfecção das fraldas de pano?

Primeiro ao primeiro. Quando é preciso desinfectar as fraldas?

Só precisas de desinfectar as tuas fraldas por três motivos:

  1. O teu bebé tem um fungo, bactéria ou virose. 
  2. A tua rotina de lavagem não está óptima. Uma má rotina de lavagem das fraldas reutilizáveis provoca maus cheiros e acumulação de resíduos nas fraldas.
  3. No caso de teres comprado fraldas reutilizáveis em segunda mão e não sabes qual o tratamento que tiveram.

A desinfeção das fraldas de pano reutilizáveis é um processo agressivo sobre as fibras.

Se desinfectares as tuas fraldas reutilizáveis constantemente vais estragá-las e não vão aguentar até o desfralde. Porquê? Porque independentemente do tipo de desinfeção que optes por fazer os aditivos são fortes e acabam por estragar as fraldas a longo prazo.

Como saber se o teu bebé tem um fungo?

Só um médico pode confirmar e nesses casos precisas mesmo de cremes para que o teu bebé recupere. Esquece as mezinhas caseiras. Quando há um fungo ou virose, a flora intestinal do teu bebé está desequilibrada e é isso que provoca a vermelhidão, borbulhas, etc.

Ou seja, o teu bebé está “assado” porque há uma excesso de bactérias, que por acaso já vivem sempre dentro de nós. E estes bicharocos são teimosos. Gostam de procriar em água, por isso é que nunca podes deixar fraldas sujas de molho, e algumas resistem a lavagens a altas temperaturas.

É um cíclo vicioso, o teu bebé infecta as fraldas e elas infectam o teu bebé.

Quando decidi actualizar-me sobre este tema foi porque disse já chega! Nas redes sociais estão sempre a culpabilizar os maus cheiros e assaduras à falta de higiene nas fraldas reutilizáveis. Estão sempre a “mandar” lavar com lixívia, com vinagre, com óleos essenciais, etc. 

Sei que não é por mal. Só que alguns destes conselhos estragam as tuas fraldas e outros não funcionam.

Alguns conselhos são tão ineficazes que não percebo porque voltam a aparecer anos após terem sido desmistificados.  Usar óleos essenciais para desinfectar? A sério? Já tínhamos acabado com esse mito em 2013 e cá está ele de novo.

E eu uso óleos essenciais para muita coisa tópica. Mas, para desinfectar as tuas fraldas seria preciso 1 litro de óleo de árvore de chá e nao 15 gotas na gaveta do detergente.

E o vinagre? Seja de sidra ou de vinho, ajuda nas feridas da tua pele, a amaciar o teu cabelo e a limpar a tua máquina de lavar a roupa se juntares bicarbonato de sódio (no tambor! Atenção que a reacção queima). Só que não vai matar os bichos que se mudaram para as tuas fraldas.

Nestes casos, é preciso ajuda de temperatura, aditivos e convém falar com quem percebe. 

Para ter informação correcta e segura para as fraldas reutilizáveis falei com as marcas. Elas sabem qual a melhor forma de cuidar das fraldas para que durem muito tempo.

Então, como se faz?

Como desinfectar as fraldas reutilizáveis?

Sou honesta, nos USA há uma indicação e na Europa outra.

Onde as marcas coincidem é nas temperaturas de lavagem. Lavar a 60ºC mata a maioria dos fungos incluindo a cândida (um dos mais comuns). Lavar acima dessa temperatura estraga os elásticos e a camada impermeável das fraldas assim como tecido delicados como o bambu.

Nos USA há indicação de usar lixívia diluída na lavagem para desinfectar e na Europa a indicação é usar desinfectante porque a lixívia elimina a garantia das fraldas.

A Totsbots disse-me que lavar as fraldas deles acima de 60ºC e o uso da lixívia inviabiliza a garantia. A recomendação deles passa por lavar a 60ºC e adicionar Dettol ou Sanytol na lavagem.

A Grovia, Thirties, Kangacare, Blueberry e Bumgenius. Explicaram que a lixívia usada correctamente e poucas vezes não estraga a fraldas. Mas o uso contante, destrói-as.

Vou-te explicar os dois métodos para desinfectar as fraldas de pano reutilizáveis. E quando precisares, podes optar por um deles.

Importante! Antes de fazer uma desinfecção tens de lavar as tuas fraldas profundamente. Se preferires podes fazer um stripping.

Desinfectar as fraldas reutilizáveis: com desinfectante – Sanytol ou Dettol

  1. Começa com as tuas fraldas lavadas;
  2. Adiciona Dettol ou Sanytol na gaveta do detergente conforme indica a embalagem;
  3. Lava as tuas fraldas num ciclo para roupa muito suja e a 60ºC;
  4. Faz uma centrifugação ou um ciclo curto a frio, só com água, para remover qualquer resíduo que possa ter ficado do aditivo nas fraldas.

Para uso esporático, podes adicionar o Sanytol na gaveta da lavagem a cada 6-8 semanas.

Desinfectar as fraldas reutilizáveis: com lixívia

Começa sempre com fraldas limpas. Se optares por usar lixívia, faz a desinfecção com a janela aberta ou num espaço arejado. A lixívia é muito forte e faz mal aos “impulmões” (como dizia a minha bisavó)

  1. Numa bacia grande ou na banheira, coloca água fria. 
  2. Por cada 10 litros de água coloca 15ml de lixivia. Dilui muito bem a lixívia na água e usa luvas para evitar reacções na tua pele.
  3. Uma a uma, coloca as fraldas e absorventes. Deixa de molho só 30min;
  4. Retira a água e passa tudo por água morna;
  5. Agora para a máquina de lavar. Lava as tuas fraldas num ciclo para roupa muito suja, só com água, para retirar a lixívia;
  6. Faz uma centrifugação ou um ciclo curto a frio, só com água, para remover qualquer resíduo que possa ter ficado nas fraldas.

Para desinfecção a cada 6-8 semanas recomendada pela Bumgenius. Segues os mesmos passos da desinfecção com desinfectante. Com estas alterações:

  • 60ml de lixívia na gaveta do detergente e;
  • O ciclo de roupa muito suja e com água fria.

Com lixívia, é preciso muito cuidado, fácilmente o teu bebé poderá fazer reacção. Faz sempre a última centrifugação para garantir que não ficam quaisquer resíduos.

E quando for altura de levar as vacinas? Só em casos de sensibilidade extrema é que é preciso cuidados extremos. Evita complicar o que é simples.

Se lavares as tuas fraldas a 60ºC não terás problemas. Sei que preferes ir pelo seguro e estar tranquila. Lava bem as tuas fraldas a 60ºC e acrescenta Sanytol na gaveta da lavagem. Simples e eficiente. 

O único cuidado importante a ter é no manuseamento dos cocós, lava bem as mãos para que não contamines.

Eu precisei de desinfectar as fraldas em duas ocasiões. O meu filho fez candida duas vezes e foi complicado. Não tinha noção de quão facilmente poderia ter resolvido a situação. Agora já sei e por isso quero que tu também saibas como o fazer da melhor forma. E essa forma é a que protege o teu bebé e as tuas fraldas.Se queres receber conteúdos exclusivos sobre como usar as fraldas reutilizáveis sem fugas subscreve a newsletter.

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.
Menu